Polícia Civil prendeu o ex-assessor em imóvel do advogado Wasseff

Na manhã desta quinta-feira (18) Fabrício Queiroz que é ex-assessor de Flávio Bolsonaro, foi preso no interior de São Paulo. Queiroz foi encontrado em um imóvel Frederick Wasseff e levado para a Polícia Civil no centro da capital paulista, em seguida ele deve ser levado para o Rio de Janeiro.

Fabrício Queiroz é policial Militar aposentado, ele movimentou R$ 1,2 milhão em sua conta de maneira considerada “atípica”, segundo relatório do antigo Conselho de Atividades Financeiras (Coaf). Trabalhou também para o filho do presidente Jair Bolsonaro antes de Flávio tomar posse como senador, no período em que ele era deputado estadual no Rio.

Os mandados de busca e apreensão e prisão de Queiroz foram expedidas pela Polícia do Rio de Janeiro, numa investigação que apura o esquema de “rachadinhas” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). No Rio, a polícia civil faz buscas em um imóvel que consta da relação de bens do presidente Jair Bolsonaro, em Bento Ribeiro, Zona Norte da capital fluminense.

Print Friendly, PDF & Email