Boa gestão no GDF qualifica Ibaneis à reeleição

O governador retirou projetos prioritários do papel e soube gerir o impacto da pandemia na economia. Aprovação de seu governo é de 61%, a maior entre os governadores do DF

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), virou uma das maiores surpresas para os brasilienses. No início de seu mandato, o governador trabalhou para retirar projetos prioritários do papel e conseguiu.

Os moradores do DF ansiavam por uma renovação política e Ibaneis trabalhou arduamente para satisfazer a Capital. Uma pesquisa do Instituto Exata OP comparou a popularidade, a partir de dados históricos, de governadores do DF, desde 2020. Com 61% de aprovação, Ibaneis Rocha (MDB) está no topo da lista.   

Logo no início de seu mandato, Ibaneis conseguiu ampliar o Instituto que funcionava no Hospital de Base para as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e para o Hospital Regional de Santa Maria.

O governador também conseguiu reabrir 14 delegacias do Distrito Federal para que voltassem a funcionar 24 horas por dia.

Para Ibaneis Rocha, 2021 será preponderante na construção de uma possível trajetória à reeleição. Depois do impacto da pandemia no orçamento e na economia local, a expectativa é de que, neste ano, o GDF priorize obras e grandes entregas.

Ibaneis quer montar um núcleo de tomadas de decisões para turbinar o crescimento popular do seu governo.

José Humberto Pires, Secretário do Governo, Fernando Leite, presidente da Novacap, Wellington Moraes e Paulo Pestana (Comunicação) e Bartolomeu Rodrigues da Cultura são alguns dos nomes que deverão compor o grupo de articulação política do governador.

A intenção do grupo é mostrar que nos últimos dois anos, Ibaneis foi decisivo para enfrentar obstáculos que surgiram no período da pandemia, o que vem fazendo com maestria ao tomar decisões rápidas e competentes. O governador ajudou grandes, médias e pequenas empresas a superarem a crise sanitária e trabalhou para manter, ao máximo, os postos de trabalhos.

O governo criou o Renda Emergencial para ajudar socialmente famílias hipossuficientes durante a crise de Covid-19.

Nesse momento, o governo se prepara para investir nas 33 cidades do DF, com o objetivo de levar melhoria na qualidade de vida dos brasilienses até o final de 2022.

Com informações do RadarDF

Print Friendly, PDF & Email