Bolsonarista Oswaldo Eustáquio, preso nesta terça-feira, fez vídeo de apoio a Crivella

O blogueiro pediu votos para o parlamentar porque, segundo ele, não se viu um ato de corrupção na gestão do candidato

O bolsonarista Oswaldo Eustáquio foi preso novamente nesta terça-feira (17). Sua prisão foi determinada pelo ministro do Superior Tribunal Federal (STF) Alexandre Moraes, por descumprir a ordem da justiça. Oswaldo Eustáquio foi proibido de acessar as redes sociais e sair de Brasília, mas ele foi a São Paulo para participar ativamente da campanha de Celso Russomano.

O blogueiro fez campanha para a candidatura do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos).

No vídeo, que foi publicado nas redes sociais de Crivella dois dias antes do primeiro turno, o blogueiro pede voto para o parlamentar. Segundo Eustáquio, “não se viu um ato de corrupção” em sua gestão.

Print Friendly, PDF & Email