Bolsonaro afirma: eleição só acontecerá se o voto impresso for aprovado

Em viagem ao litoral Catarinense, Jair Bolsonaro se reúne com apoiadores e afirma, “Se a gente não tiver voto impresso, pode esquecer a eleição”

Nesta terça-feira (22) o presidente Jair Bolsonaro causou alvoroço e aglomeração em São Francisco do Sul, Santa Catarina, onde passa uma temporada de férias. O presidente foi questionado por seus apoiadores sobre as eleições de 2022, o chefe de Estado respondeu que sem voto impresso ele não irá se reeleger.

“Se a gente não tiver voto impresso, pode esquecer a eleição”. respondeu Bolsonaro.

Mesmo com o aumento no número de casos da covid-19, na ocasião várias pessoas se aglomeraram em volta de Bolsonaro, sem máscaras, ou qualquer outra medida restritiva. O presidente distribuiu abraços, apertos de mãos e selfies. Santa Catarina é um dos estados mais castigados pelo avanço da Covid-19. Ao todo, são 23.530 casos ativos da doença.

O presidente afirma que a única maneira de se ter uma votação segura e livre de fraudes é o voto impresso. “Que nós possamos ter em 2022 um sistema seguro que possa dar garantias ao eleitor que em quem ele votou, o voto foi efetivamente para aquela pessoa. A questão do voto impresso é uma necessidade, está na boca do povo. Desde há muito eu luto no tocante a isso. E as reclamações são demais” disse Bolsonaro.

Voto impresso

O presidente tem defendido nas últimas semanas a aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição para instituir a obrigatoriedade do voto impresso. Bolsonaro disse que possui provas de que o sistema é fraudulento, porém nunca apresentou nenhuma.

O Supremo Tribunal Eleitoral (STE) barrou a proposta em setembro. No dia 29 de novembro, após o resultado das eleições municipais, o presidente do STE, Luís Roberto Barroso, afirmou que o sistema é seguro desde 1996 quando foi adotado.

“Para além da retórica sob a qual ninguém tem controle, jamais se comprovou qualquer aspecto fraudulento no sistema…ele até hoje se revelou imune à fraude”, afirmou.

Bolsonaro em Santa Catarina

O presidente ofereceu um jantar para o apresentador do SBT Ratinho, o empresário e dono de rede de lojas Luciano Hang, o senador Jorginho Mello (PL-SC) e outros conhecidos do presidente. Jair Bolsonaro fez um passeio de barco com seus convidados, e até o momento não houve compromissos oficiais.

Jair Bolsonaro recebeu diversos presentes de seus apoiadores, entre eles perfumes, um rádio, camisas de time de futebol, entre outros.

Print Friendly, PDF & Email