Bolsonaro anuncia Augusto Aras para novo mandato no comando da PGR

Dessa forma, Augusto Aras poderá ficar mais dois anos a frente do Ministério Público Federal (MPF)

Nesta terça-feira (20), o presidente Jair Bolsonaro afirmou em uma rede social que indicou o atual procurador-geral da República, Augusto Aras, para um novo mandato de dois anos no cargo.

“Encaminhei ao Senado Federal mensagem na qual proponho a recondução ao cargo de Procurador-Geral da República o Sr. Antônio Augusto Aras”, publicou o presidente.

A recondução tem que passar por sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do senado e por votação no plenário da Casa. Para ser aprovado, o nome de Aras precisa de 41 votos a favor.

Leia também:
Jair Bolsonaro afirma que não admitirá contagem “secreta” de voto do TSE

Aras foi indicado por Bolsonaro para assumir o comando do Ministério Público Federal em setembro de 2019. A indicação foi aprovada pelo Senado no fim de setembro, por 68 votos a 10.

O nome dele não estava na lista tríplice elaborada pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), que tem tradição em encaminhar três nomes ao presidente da República.

Augusto Aras é especializado nas áreas de direito público e direito econômico. Tem 62 anos. Nasceu em Salvador (BA), em 4 de dezembro de 1958.

Leia também:
Pesquisa Datafolha mostra que maioria acha que militares não deveriam ter cargos no governo

O atual procurador-geral da República ingressou na carreira do Ministério Público Federal (MPF) em 1987, como procurador da República. Como subprocurador, atuou nas câmaras das áreas constitucional, penal, crimes econômicos e consumidor.

Print Friendly, PDF & Email