O presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia para sanção dos projetos de lei que ampliam a aquisição de vacinas pelo Governo Federal.

Bolsonaro anuncia mudança ministerial; Ciro Nogueira deve assumir Casa Civil

O debate em curso prevê alocá-lo na Secretaria-Geral da Presidência, hoje comandada por Onyx Lorenzoni

Nesta quinta-feira (21), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que está trabalhando por uma “pequena mudança ministerial”. O Metrópoles apurou que são estudadas mudanças na Casa Civil, chefiada por Luiz Eduardo Ramos, e na Secretaria-Geral da Presidência, comandada por Onyx Lorenzoni.

“Estamos trabalhando inclusive uma pequena mudança ministerial, que deve ocorrer na 2ª feira para ser mais preciso para a gente continuar administrando o Brasil”, disse Bolsonaro em entrevista à Jovem Pan Itapetininga.

Bolsonaro deverá nomear Ciro Nogueira, presidente do Progressistas, para a Casa Civil e o Onyx Lorenzoni reassumiria seu mandato na Câmara dos Deputados ou assumiria uma pasta decorrente do desmembramento do Ministério da Economia.

Leia também:
Eleições 2022: “não sei se vou disputar as eleições do ano que vem”, diz Bolsonaro

Se confirmada, a ida de Nogueira para o mais importante ministério do governo terá por objetivo reorganizar politicamente no momento em que ele enfrenta sua maior dificuldade política com a CPI da Pandemia e ao mesmo tempo as maiores taxas de rejeição e de baixa popularidade. Pesquisas internas do governo apontam o mal momento do presidente.

Segundo relatos feitos à CNN, o próprio Ciro Nogueira já tem dado sinais de insatisfação com o governo, sugerindo, inclusive, que poderia romper a relação de alinhamento político. Com a nomeação, ele finalmente daria um ministério de peso a um senador, um debate antigo dentro do governo tendo em vista não haver nenhum integrante da casa no alto escalão da Esplanada. 

Print Friendly, PDF & Email