Bolsonaro sobre a possibilidade de impeachment, “vai resolver o quê?”

Bolsonaro é alvo de pelo menos 60 pedidos de impeachment protocolados na Câmara dos Deputados

Nesta segunda-feira (8), o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), questionou quem poderia assumir o seu lugar, “Agora vem os outros: impeachment. Vai resolver o quê? Quer tirar a mim, quer botar quem no lugar?”. Bolsonaro é alvo de mais de 60 pedidos de impeachment protocolados na Câmara dos Deputados.


“Esse ‘quem’ podia apresentar e nos ajudar com soluções agora. Eu tenho humildade para acolher qualquer sugestão, qualquer uma, seja qual for, a gente estuda”, acrescentou o presidente.

No caso de impeachment de Jair Bolsonaro, o vice-presidente Hamilton Mourão assumiria a cadeira de presidente. Porém, Mourão já afirmou várias vezes que não concorda com a onda pró-impeachment.

O maior motivo para uma abertura de impeachment de Bolsonaro seria a ação do governo com relação às crises sanitárias com relação a pandemia do novo coronavírus no país. Com a entrada de aliados na presidência da Câmara e do Senado diminuem as chances de que um processo  para o afastamento de Bolsonaro seja aceito.

Amazônia

Além disso, o presidente reafirmou que a Amazônia é úmida, por isso não pega fogo. Um apoiador, na saída do Palácio da Alvorada, relatou ter um programa para mostrar as ações do governo federal no local. Bolsonaro disparou, “A Amazônia, a bacia amazônica pega fogo? Não pega fogo. Nem se você pegar o fósforo, o álcool, é difícil pegar fogo. É úmida, não pega fogo”, apontou

Print Friendly, PDF & Email