Teste rápido de COVID-19

Cidades menos populosas contabilizam mais casos de Covid-19

Diferente do início da pandemia, em que centros urbanos contabilizavam os maiores números de casos, atualmente cidades com menos de 200 mil habitantes lideram o ranking de contaminação

Desde o começo da pandemia foi observado que centros urbanos contabilizavam os maiores números de casos de contaminação pela Covid-19. O último levantamento feito pelo Brasil.Io, que facilita o acesso da população a informações, e o IBGE, mostraram que cidades com 200 mil habitantes, ou menos, tem tido mais casos que cidades populosas.

O epidemiologista, Mauro Sanchez, da sala de situação da Universidade de Brasília (UnB), ressalta que a única explicação para que cidades menos populosas tenham uma maior disseminação do vírus e que as pessoas não tomam as medidas protetivas de forma correta, assim facilitando a circulação do coronavírus nos municípios.

“As medidas efetivas que temos hoje, distanciamento social, máscara, já estão bem difundidas nos grandes centros urbanos. A epidemia se interiorizou, indo para os municípios menores. O que eu especulo é que esses lugares menores talvez tenham menos capacidade de as populações aderirem a essas medidas, que já viraram rotina nesses grandes centros”, pontuou o especialista.

Ele acrescenta que o cansaço da população diante da pandemia também contribui na propagação, “há um cansaço da população em relação às medidas de combate à pandemia. Para isso ter um efeito diferenciado, as cidades menores teriam de estar relaxando mais do que as cidades grandes”.

O vírus, que foi uma importação de países de fora do Brasil, começou em centros urbanos e foi se espalhando pelos municípios brasileiros. Nas primeiras 27 semanas de circulação do vírus as grandes cidades lideraram o topo de novas infecções. Depois disso as semanas que se sucederam foram lideradas por municípios com mais de 200 mil habitantes, alternando com outros de população inferior.

Após o vírus chegar no município de Cedro do Abaeté, em Minas Gerais, registrando 2 casos de Covid-19, todos os 5.570 municípios do país têm registros oficiais de casos confirmados. O município, que tem 1.157 habitantes, de acordo com o último Censo divulgado pelo IBGE, fica distante 35 quilômetros de Abaeté, cidade mais próxima, com 23 mil habitantes.

Estados em alta

Em alta na média de mortes, temos o Distrito Federal e 18 estados: Acre, Roraima, Amapá, Pará, Tocantins, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, que completou 30 dias seguidos de alta, e Rio Grande do Sul.

Cinco estados estão estáveis: Rondônia, Piauí, Sergipe, Goiás e Rio de Janeiro. Três estados mostram queda na média de mortes: Amazonas, Maranhão e Ceará.

Print Friendly, PDF & Email