CLDF aprova diretrizes orçamentárias para 2022

Receita prevista é de R$ 43,2 bi

Na terça-feira (29), a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) aprovou o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2022. A proposta do Executivo prevê receita de R$ 43,2 bi.

A previsão de receita total corresponde à soma de recursos próprios (R$ 29,9 bi) e do Fundo Constitucional do Distrito Federal (R$ 14,2 bi).

Entre as prioridades do projeto, estão atividades relacionadas à manutenção de serviços públicos, com foco na saúde, assistência social e educação. Abertura de concurso e reajuste de funcionários públicos.

Leia também:
Até novembro, Ibaneis entregará 7 novas UPAs

Uma das emendas apresentadas à proposta autoriza o Executivo a pagar a terceira parcela do reajuste para 33 categorias de servidores públicos da capital.  ]

Esse valor é devido desde 2015 e foi incluído na LDO a pedido dos deputados Fábio Felix (PSOL), Arlete Sampaio (PT), Professor Reginaldo Veras (PDT) e Leandro Grass (Rede).

Previsão

Os recursos previstos para o ano de 2022 trazem estimativas que mostram que o Fundo Constitucional, que custeia segurança, saúde e educação, será de R$ 14,2 bi. O valor, no entanto, é 10% menor do que o repassado este ano, que foi de R$ 15,8 mi.

Print Friendly, PDF & Email