Clubes e treinos de times de futebol são liberados no DF

Clubes e treinos de times de futebol são liberados no DF

A autorização para a realização destas atividades veio por meio de decreto publicado no DODF

O governador Ibaneis liberou mais uma atividade, dessa vez é a abertura dos clubes recreativos e o retorno dos treinos de times de futebol profissional. A autorização veio por meio de um decreto publicado em edição extra do Diário oficial de sexta-feira. 

Mesmo com a permissão de reabertura dos clubes recreativos, permanece proibida “a prática de quaisquer esportes coletivos, bem como a utilização de áreas coletivas, tais como piscinas, churrasqueiras, academias, saunas e afins”.

Veda-se também a realização de piqueniques ou outras atividades que gerem aglomeração, assim como o funcionamento de bares e restaurantes, exceto para venda e consumo de bebida não alcoólica. Bebedouros não poderão ser utilizados.

Clubes Recreativos

De acordo com o texto, para reabrir as portas, os clubes recreativos devem obedecer às seguintes regras:

  • Utilização de equipamentos de proteção individual, a serem fornecidos pelo estabelecimento, por todos os empregados, colaboradores, terceirizados e prestadores de serviço;
  • Disponibilização de álcool em gel 70% a todos os clientes e frequentadores;
  • Manutenção dos banheiros e demais locais do estabelecimento higienizados e com suprimentos suficientes para possibilitar a higiene pessoal dos empregados, colaboradores, terceirizados, prestadores de serviço e frequentadores;
  • Utilização de máscaras de proteção facial;
  • Aferição da temperatura dos frequentadores;
  • Frequente higienização das mesas e cadeiras de uso coletivo, que devem ser dispostas a uma distância de dois metros umas das outras;
  • Manutenção do distanciamento mínimo de 2 metros entre as pessoas.

Times de futebol

Já os treino de times de futebol profissionais poderão ser retomados com o seguinte protocolo:

  • Testagem de todos os atletas e demais profissionais dos clubes para Covid-19;
  • Repetição dos testes semanalmente;
  • Os treinos só deverão envolver atividades físicas individuais;
  • Os atletas e demais profissionais deverão respeitar o distanciamento mínimo de 2 metros;
  • O uso de máscaras é obrigatório, exceto para os atletas durante o treinamento;
  • Os profissionais com idade a partir de 60 anos ou portadores de doenças crônicas não devem participar dos treinamentos;
  • Os médicos, fisioterapeutas e demais profissionais de saúde deverão sempre usar equipamentos de proteção individual durante as atividades com os atletas;
  • Deverá ser realizada aferição da temperatura corporal diariamente de todas as pessoas que ingressarem nas dependências do clube;
  • Quando da detecção de uma pessoa com febre ou da ocorrência de casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus, os pacientes deverão ser imediatamente isolados durante 14 dias, e deve ser realizado o monitoramento e a testagem das pessoas que tiveram contato próximo com o paciente, dentro e fora dos clubes, desde o início dos sintomas;
  • Cada clube deverá manter um registro de casos suspeitos, testes realizados e diagnósticos confirmados com análise periódica das informações;
  • Fica vedada a presença de público durante o treinamento;
  • Os clubes deverão disponibilizar álcool em gel para todos os profissionais;
  • Os clubes deverão manter os banheiros e demais locais do clube higienizados e com suprimentos suficientes para possibilitar a higiene pessoal dos profissionais e demais frequentadores;
  • Fica vedado o funcionamento dos bebedouros.