Comércio fechado em Ceilândia, Sol Nascente e Pôr do Sol

Comércio fechado em Ceilândia, Sol Nascente e Pôr do Sol

Academias, salões de beleza, bares, restaurantes e volta as aulas ficam suspensas em todo o DF 

Na noite de quarta-feira (8), o governador Ibaneis Rocha decretou o fechamento do comércio não essencial em Ceilândia, Sol Nascente e Pôr do Sol, devido ao número crescente de Covid-19 nessas regiões. O texto traz também a suspensão da abertura e academias, salões de beleza, bares, restaurantes e retorno das aulas presenciais em todo o Distrito Federal. A medida entra em vigor nesta quinta-feira (9) e vale por tempo indeterminado.

As academias e salões de beleza foram reabertos na última terça-feira (7). Os bares e restaurantes deveriam abrir em 15 de julho. Já as aulas nas instituições de ensino particular seriam retomadas em 27 de julho e nas públicas, em 3 de agosto.

Atividades que ficam suspensas por tempo indeterminado em todo o DF:

  • Instituições de ensino
  • Eventos que exijam licença do Poder Público
  • Eventos esportivos, inclusive campeonatos
  • Cinema e teatro, excetuado o cine drive-in (pessoas dentro de seus carros, e mantida a distância de 2m entre veículos)
  • Academias
  • Museus, zoológico, parques ecológicos, recreativos, urbanos, vivenciais e afins
  • Boates e casas noturnas
  • Feiras populares (exceto feiras permanentes e as feiras exclusivas de produtos orgânicos, somente para a comercialização de gêneros alimentícios, sem consumo no local)
  • Clubes recreativos (proprietários podem acessar as embarcações que estão nas marinas)
  • Cultos, missas e rituais de qualquer credo ou religião (exceto quando ocorrer nos estacionamentos, com pessoas dentro dos veículos e distância de 2M entre cada veículo)
  • Bares, restaurantes, quiosques, foodtrucks e trailers
  • Salões de beleza, barbearias, esmalterias e centros estéticos
  • Comércio ambulante