Covid-19: GDF anuncia início da vacinação de professores do DF

Profissionais como merendeiras e equipes da limpeza também serão imunizados

Na quinta-feira (13), o governo do Distrito Federal anunciou que professores da rede pública e privada vão começar a ser imunizados contra a Covid-19 com a nova remessa da CoronaVac, que chegou no início da noite.

Desse total, cerca de 12 mil serão destinadas à primeira aplicação. O GDF espera separar uma proporção para contemplar a categoria. As outras 12 mil doses serão usadas como segunda dose de pacientes que já iniciaram o tratamento.

“É fundamental o retorno às aulas. Há um prejuízo muito grande desses alunos, não apenas de conteúdo, mas também de saúde mental. A previsão do governador é o retorno das aulas em agosto. Agora, o governador aguarda o plano elaborado pela Secretaria de Educação”, disse o secretário chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha.

Segundo o secretário, os detalhes sobre como acontecerá a imunização ainda será definida na reunião do governador com os secretários de Saúde e Educação. “Esses critérios serão importantes, principalmente para dar transparência ao processo”. 

“Aguardem a Secretaria de Saúde, não procurem os postos de vacinação. O cronograma ainda será definido pelos secretários de Educação e de Saúde. Todos os profissionais da educação devem aguardar o anúncio da Secretaria de Saúde”.

Na coletiva, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, afirmou que outros profissionais que atuam nas escolas também serão atendidos. “Engloba merendeiras, todas as pessoas envolvidas no ensino, não só professores”, disse Okumoto.

Nova remessa

Leia também:
Bons hábitos de saúde podem evitar doenças cardiovasculares

Ao todo, o DF recebeu 26,4 mil doses da CoronaVac nesta quinta – destas, 13,2 mil serão destinadas para primeira dose. As demais serão reservadas para segunda dose.

Além disso, o DF prevê receber mais 23,5 mil doses da vacina da AstraZeneca, que serão usadas como segunda dose.

Print Friendly, PDF & Email