Reprodução

Covid-19: Mais de mil mortes no DF

Novo coronavírus já matou mais que acidentes de carro

O número de casos do novo coronavírus vem crescendo em todo o país e o Distrito Federal vem seguido uma curva crescente de infectados e mortes. A capital contabiliza mais mil mortes em decorrência do vírus o número já é maior do que o de acidentes automobilísticos.

A empresária e a mãe dela, Maria Marta de Farias, 65, são de Taguatinga. A região é a segunda do DF com mais mortes pela covid-19. A paciente morreu há menos de um mês e deixou como marcas a alegria, a energia e a bondade, características ressaltadas por todos que a conheciam. “Ela foi internada no começo de junho, no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), com uma gripe bem forte e baixa saturação. Chegou a ser levada para a unidade de terapia intensiva (UTI) do Núcleo Bandeirante e lutou até o dia 25 (de junho)”, relata Erika.

Para os familiares, não poder se despedir trouxe mais dor. “Só pudemos fazer aquele acompanhamento fúnebre, seguindo o carro com o caixão da capela até o local do enterro. Quando o corpo chega lá, são só cinco minutos que temos para nos despedir, de longe. Isso foi mais um sofrimento para nós”, diz Daniel. Enquanto Hernandes estava internado, a mãe dele, de 77 anos, também lutava contra a doença. “Para ela, está sendo ainda mais difícil, porque ela estava se tratando no Hospital Regional de Ceilândia (HRC) e só soube do falecimento depois que saiu de lá”, afirma Daniel.

Print Friendly, PDF & Email