Reuters

Cresce o número de casos de violência contra mulher durante pandemia

Ligue 180 registra aumento de 36%

Isolamento social pode ser causa do aumento de denúncias no Ligue 180. Em comparação a janeiro de 2019 o número de denúncias diminuíram em 4,5% no mesmo mês deste ano, já em fevereiro houve um aumento de 15,6% comparado ao mesmo período do ano passado, segundo Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos.

Com a chegada do novo coronavírus o aumento de denúncias se manteve em março, devido a adesão do isolamento social para a tentativa de contenção do vírus, em abril de 2020 houve um aumento significativo de 36%. Estes dados confirmam o que diversas autoridades e a Ministra Damares Alves já apontavam.

“Em janeiro, o número de denúncias estava praticamente estabilizado, com uma queda de 4,5%. Em fevereiro houve um crescimento [que se repetiu em março], e que já era esperado. Inclusive, porque também houve uma melhoria significativa no atendimento e, com isto, as pessoas passam a ligar mais”, segundo o ouvidor nacional, Fernando César Pereira Ferreira.

Segundo Damares, o ministério e o governo federal se anteciparam, organizando serviço para manter atendimento durante à crise do novo coronavírus que o país vem enfrentando. Dentre as ações está a orientação na rede de acolhimento e proteção à mulher e realizando campanhas que estimulem mulheres a fazerem as denúncias contra seus agressores. 

“O dia a dia vem demonstrando para todo mundo que a violência contra as mulheres é crescente no Brasil”, Damares Alves.

Print Friendly, PDF & Email
Leia também:
Bolsonaro diz que não tomará a vacina