Crimes contra o patrimônio caem 34%, no DF

Em janeiro de 2021 foram registrados 2.371 ocorrências relacionadas a crimes contra o patrimônio, contra 3.595 no mesmo mês de 2020

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), crimes de patrimônio, aqueles que atentam diretamente contra o patrimônio de uma pessoa ou organização, caíram 34 % no mês de janeiro em todo o DF comparado ao mesmo período do ano passado. No mês passado foram registrados 2.371 ocorrências relacionadas a crimes contra o patrimônio, contra 3.595, no mesmo mês de 2020.

Os crimes de patrimônio são relacionados também à roubo a transeunte, roubo a veículo, roubo em transporte coletivo, roubo em comércio, roubo em residência e furto em veículo. Houve queda em crimes como latrocínio (-71,4%) e estupro (-35,3%).

O secretário de Segurança Pública, Anderson Torres, explica que as forças de segurança do DF têm focado em ações contra esse tipo de crime, com a ajuda também de câmeras de videomonitoramento fixas e móveis espalhadas pelas regiões administrativas.

“Os crimes contra o patrimônio são os principais responsáveis pela sensação de insegurança da população. Por isso, focamos nossas ações integradas com base em estudos que apontam dia, hora e local em que cada crime mais acontece”, disse Torres.

Print Friendly, PDF & Email