De acordo com 1º boletim médico, Bolsonaro não precisará passar por cirurgia

Após avaliações clínicas, laboratoriais e de imagem, permanecerá internado e receberá um tratamento clínico conservador

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) passou a noite internado no Hospital Vila Nova Star, na zona sul de São Paulo. Ele transferido de Brasília para São Paulo na noite de quarta-feira (14) após apresentar um quadro de obstrução intestinal.

Em nota, a direção médica responsável informou nesta quarta que o chefe do Executivo será submetido a “inicialmente tratamento clínico conservador” enquanto permanece internado.

O quadro do presidente, de acordo com o primeiro boletim médico do Vila Nova Star é de “suboclusão intestinal”.

Leia também:
Bolsonaro afirma que irá baixar bandeira da conta de luz de novembro

Ele passou por avaliação clínica, laboratoriais e de imagem. A equipe médica é chefiada por as cirurgias no presidente depois do episódio da facada em 2018.

De acordo com o seu filho, o senador Flávio Bolsonaro, o presidente deve permanecer no hospital por 3 dias.

O presidente foi diagnosticado com obstrução intestinal nesta tarde e foi transferido para São Paulo para a realização de novos exames. Durante o dia, esteve em observação no HFA (Hospital das Forças Armadas), em Brasília.

Leia também:
STF determina retorno de Roberto Jefferson à prisão

Segundo Bolsonaro, em publicação em seus perfis nas redes sociais, a possibilidade de uma nova cirurgia é “mais um desafio” que decorre da facada sofrida durante a campanha eleitoral.

Nota

O Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, foi transferido na noite desta quarta-feira para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, após passar por uma avaliação no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, e ser diagnosticado com um quadro de suboclusão intestinal. Após avaliações clínica, laboratoriais e de imagem realizadas, o Presidente permanecerá internado inicialmente em tratamento clínico conservador.

Print Friendly, PDF & Email