De acordo com pesquisa, percentual de indecisos é maior do que os de Lula e Bolsonaro

Quando os eleitores foram questionados sobre a preferência de vitória nas eleições, no entanto, Lula teve um percentual maior do que o número de indecisos

Uma pesquisa da Quaest Consultoria encomendada pelo banco Genial Investimentos, que será divulgada nesta quarta-feira (7), mostra que há espaço para a construção de uma candidatura presidencial de centro capaz de romper a polarização entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

De acordo com o levantamento, os que ainda não decidiram são maioria nas intenções de voto espontâneo, com 57%, muito à frente de Lula, que aparece com 21%, e de Bolsonaro com 18%. Ciro (PDT) aparece com 1%, enquanto os demais nomes ao Palácio do Planalto não atingem nem mesmo este porcentual.

 Perguntados sobre quem preferem que vença a eleição, 41% responderam Lula e 24% afirmaram Bolsonaro. A opção “nem um nem outro” ficou em segundo lugar, com 31%.

Leia também:
Bolsonaro diz que não tomará a vacina

Entre os diversos pré-candidatos que se apresentam como centristas a percepção de que eles disputam uma vaga no segundo turno não como o petista, mas com o atual presidente Bolsonaro.

Nos primeiros cenários de primeiro turno testado pela Quaest Consultoria, Ciro obtém no máximo 11%. Dória, o ex-ministro Henrique Mandetta (DEM) e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) registam 7%, 6% e 4% respectivamente. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), os senadores Tasso Jereissati (PSDB) estão com 3%.

Print Friendly, PDF & Email