De acordo com presidente do Patriota, Bolsonaro não se filiará a sigla para as eleições de 2022

Sem partido desde 2019 e com o Patriota descartado, Bolsonaro considera agora a ida para o PTB, o PP de Ciro Nogueira, o PL de Valdemar Costa Neto ou o Partido da Mulher Brasileira

Presidente afastado do Patriota, Adilson Barroso, afirmou que Jair Bolsonaro (sem partido) não concorrerá pela sigla em 2022.

No dia 31 de maio, Flávio Bolsonaro se filiou ao Patriota. O senador afirmou que seu pai negocia com três partidos. Segundo ele, e, PP (Partido Progressistas), PL (Partido Liberal) e Republicanos.

Leia também:
CPI da Covid: Roberto Dias nega pedido de propina

Barroso foi afastado da presidência do Patriota e tornou-se alvo do Conselho de Ética do Patriota.

“O presidente não tem muito tempo a perder e já deve estar tomando providências para ir para outro partido, né? Por enquanto a conversa está encerrada”, declarou. Sobre a filiação de Flávio Bolsonaro, Barroso disse: “O Flávio pode se filiar e desfiliar até a hora que quiser. Não sei até quando ele fica”.

O prazo final para filiações é abril de 2022, Flávio diz que a expectativa é que Jair tenha um novo partido até o final do ano. Ele está sem partido desde novembro 2019, quando rompeu com o PSL. Ainda em novembro, lançou o Aliança pelo Brasil, mas a sigla não foi criada.

Print Friendly, PDF & Email