Debate sobre cobrança em áreas públicas é prorrogado para 14 de agosto

Debate sobre cobrança em áreas públicas é prorrogado para 14 de agosto

Cobranças variam de R$ 2 a R$ 5 para carros, e de R$ 1 a R$ 2,50 para motos, por hora.

A cobrança em estacionamentos públicos no Plano Piloto é história antiga, ao menos há 14 anos governos tentam emplacar projeto. Na manhã de ontem (31), o projeto passou por uma audiência pública on-line.

Um dos objetivos da medida é incentivar o uso do transporte público. O projeto recebeu o nome de “Zona Verde e é conduzido pela Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) e divide os estacionamentos do centro da capital em quatro, os valores variam de R$ 2 a R$ 5 para carros e de R$1 a R$2,50 para motos, por hora.

A princípio serão investidos R$300 milhões, o valor será usado para criação das zonas, compra de equipamentos, pintura e revitalização de alguns trechos.

A Secretaria de Transporte e Mobilidade do Distrito Federal (Semob-DF) informou, nesta sexta-feira (31), que o prazo para os moradores debaterem o projeto “Zona Verde”– que pretende implementar a cobrança pelas vagas de estacionamento em locais públicos – foi prorrogado até o dia 14 de agosto.