Delmasso defende que familiares tenham direito a visita virtual à pacientes internados no DF com Covid-19

A videoconferência é  forma encontrada por muitos hospitais do país  para que haja uma comunicação mais afetiva e humanizada entre pacientes e familiares

O deputado distrital Rodrigo Delmasso apresentou nesta segunda-feira (06) um projeto de lei que prevê visita virtual através de videochamadas de familiares a pacientes internados com covid 19 nos hospitais públicos e privados do Distrito Federal.

Um grave efeito colateral que a covid 19 vem produzindo, segundo a comunidade médica, é um quadro de ansiedade e depressão tanto para pacientes quanto para seus familiares pela falta de informação.

Para conter esse quadro danoso à saúde, o deputado Rodrigo Delmasso apresentou a proposta que dispõe sobre a visita virtual, por meio de videochamadas, de familiares a pacientes internados em decorrência do novo coronavírus.

Leia também:
Bolsonaro diz que não tomará a vacina

De acordo com o projeto a realização da videochamada deve ser previamente autorizada pelo profissional responsável pelo tratamento do paciente.

Caberá às instituições de saúde públicas ou privadas, a operacionalização e apoio logístico, respeitando-se as particularidades e limitações de cada equipamento.

Neste domingo (05), o Distrito Federal atingiu a marca de 57.854 casos confirmados do novo coronavírus e 636 pacientes mortos pela doença, segundo os números atualizados pela Secretaria de Saúde do DF.

Para Delmasso, a iniciativa apresentada por ele visa melhorar o estado de tensão tanto para que está acometido pela doença quanto aos familiares que ficam sem poder acompanhar o parente de forma presencial no hospital.

Leia também:
CPI da Covid: Renan Calheiros entrega relatório a senadores do G7 com 71 indiciados

“Por motivos de segurança, as políticas de visita a pacientes internados diagnosticados com o novo coronavírus são bastante restritivas, algo que, segundo relatos causa bastante angústia tanto em quem está doente, quanto em seus respectivos familiares’”, justifica Delmasso.

A proposta se for aprovada, vai permitir que sejam realizadas visitas virtuais, através de videochamadas com o objetivo para que o enfermo não fique tanto tempo sem ter contato com seus familiares.

“A presença dos familiares, mesmo que seja de forma virtual pode auxiliar consideravelmente no processo de recuperação de pacientes com a covid 19 por trazer conforto e distração”, ressaltou Rodrigo Delmasso.

Leia também:
Brasil registra menor média móvel de mortes desde o início da pandemia

Ele destacou ainda que a ideia apontada na proposta já está sendo implementada em diversos hospitais no País.

Por Toni Duarte – Fonte: Radar DF

Print Friendly, PDF & Email