Democratas expulsa deputado Rodrigo Maia do partido

A decisão foi informada pela legenda que afirma que Maia teve “amplo direito a defesa” e que a definição foi feita de forma unânime

Na segunda-feira (14), a Executiva Nacional do DEM decidiu, por unanimidade, expulsar o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (RJ) do quadro de filiados do partido.

De acordo com a nota oficial da legenda, a comissão “deliberou pelo cometimento de infração disciplinar, e consequente expulsão do deputado”.

A decisão do partido, presidido por Antônio Carlos Magalhães Neto, era esperada. Maia entrou em conflito com o partido durante a sucessão para a presidência da Câmara e fez críticas públicas a ACM Neto.

Leia também:
Bolsonaro evolui de forma satisfatória, mas não há previsão de alta

O deputado declarou ter sido traído pelo partido, que decidiu apoiar seu adversário, Arthur Lira (PP-AL), que foi eleito com o apoio do Planalto.

Íntegra

Nota Oficial

Em reunião realizada nesta segunda-feira (14), a Executiva Nacional do Democratas decidiu expulsar o deputado Rodrigo Maia (RJ) de seu quadro de filiados.

Após garantir o amplo direito de defesa ao parlamentar, os membros da Executiva apreciaram o voto da relatora, deputada Prof. Dorinha.

A comissão nacional, à unanimidade de votos, deliberou pelo cometimento de infração disciplinar, e consequente expulsão do deputado.

Executiva Nacional do Democratas

Print Friendly, PDF & Email