Depois de cirurgia bem-sucedida gêmeas recebem alta

Irmãs que nasceram com glaucoma congênito, são operadas no Hospital de Base e a cirurgia é um sucesso

A equipe de oftalmologia do Hospital de Base (HB), entra em ação e opera gêmeas prematuras que nasceram com glaucoma congênito. As irmãs gêmeas Mariana e Manuela, nascidas há apenas 45 dias no Hospital Regional da Ceilândia, foram operadas ontem e receberam alta nesta quarta-feira (9).

As bebês poderiam perder a visão caso a cirurgia não fosse feita com urgência. A mãe, Milane Santos (21), afirma respirar aliviada após a operação, “Não vou falar que não estou nervosa, mas, ao mesmo tempo, me sinto aliviada, porque agora sei que elas vão ter uma visão normal” disse.

Foi necessário que depois do nascimento fosse esperado mais alguns dias para que a cirurgia fosse feita. As irmãs nasceram com 34 semanas de gestação, em 23 de outubro. Na ocasião, pesavam 1,5 kg cada uma. Para que um procedimento seguro ocorresse foi aguardado um mês e meio do nascimento até que ambas atingissem o peso de 2,8kg.

“Tentamos adiar ao máximo a cirurgia para que elas atingissem a maturidade neuronal de 40 semanas e estivessem com o peso ideal.” explicou o anestesista , Victor Teixeira.

Cirurgia

O procedimento durou em torno de uma hora em cada olho, um dos casos era um pouco mais complicado que o outro. A doença em Mariana é bilateral, ou seja, afetou os dois olhos. Já Manuela teve o olho direito comprometido.

Segundo a cirurgiã poder ser necessário que outra operação seja feita, “Removemos essa camada malformada, mas, às vezes, ela acaba se formando de novo, então os pacientes podem ter de passar novamente pelo procedimento cirúrgico” explicou a oftalmologista Nara Lopes.

Glaucoma Congênito

O glaucoma congênito é uma condição rara dos olhos que afeta desde recém-nascidos até crianças por volta dos 3 anos de idade. Sua principal causa é o aumento da pressão ocular devido ao acúmulo de líquido no local. Isso afeta o funcionamento do nervo óptico e leva à cegueira irreversível, caso não seja tratada a tempo. Por isso é importante fazer o teste do olhinho em bebês.

Print Friendly, PDF & Email