DF está no início do pico da pandemia de Covid-19

O subsecretário de Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde, Eduardo Hage, disse que o até o retorno das aulas tudo estará melhor

Em entrevista ao Correio Braziliense o subsecretário de Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde, Eduardo Hage afirmou que o pico da pandemia está começando e até o retorno das aulas a situação estará melhor.  O governador Ibaneis Rocha, já decretou que até agosto todas as atividades estarão em pleno funcionamento, incluindo bares, restaurantes, salões de beleza, academias e a volta às aulas.

Leia também:
Bolsonaro diz que não tomará a vacina

“Essa abertura que vai ocorrer durante julho e agosto não se dá em um único momento. Ela está seguindo um cronograma, que começou há dois meses. Cada segmento teve uma data programada para que tudo ocorresse gradativamente, para evitar que todos os setores abrissem ao mesmo tempo. Nesse planejamento, levamos em consideração os setores que poderiam impactar mais, que é exatamente o educacional, que deixamos para o fim do processo. O de bares e restaurantes também apresenta grande volume de pessoas; por isso, vamos fazer após o pico, que está começando.”

O subsecretário disse que os leitos estão sendo abertos gradativamente e que está acompanhando o ritmo de crescimento da pandemia. O DF possui UTIs e também as chamados de retaguarda, que permitem uma rotação. Somando as redes pública e privada, temos quase 800 leitos disponíveis. Isso é suficiente para atravessar essa fase de pico.

Leia também:
Brasil registra menor média móvel de mortes desde o início da pandemia

Com informações do Correio Braziliense

Print Friendly, PDF & Email