Reprodução

DF pode ter primeiro caso de reinfecção em decorrência ao novo coronavírus

Após mal-estar, médico do HFA, testa positivo novamente para o novo coravírus. Esse pode ser o primeiro caso de reinfecção no DF

Um médico no Distrito Federal, que não teve sua identidade revelada, pode ser o primeiro caso de reinfecção por Covid-19 em Brasília. O médico testou positivo para o vírus no dia 2 de junho, e após duas semanas, refez o teste que não detectou a presença do vírus. Ele voltou a trabalhar normalmente. Em agosto o médico sentiu-se mal e com os sintomas muito parecidos com os do Covid-19, refez o teste que deu negativo.

Leia também:
Número de mortes por Covid-19 nas últimas 24h é o menor em 23 dias

Em novembro o médico sentiu-se mal novamente. De novo com os sintomas de Covid-19, o médico precisou refazer o teste, mas dessa vez ele testou positivo mais uma vez para o novo coronavírus. O servidor está em casa em recuperação.

O jornal Metrópoles procurou o Hospital das Forças Armadas (HFA) para saber mais detalhes sobre o caso. “periodicamente, a testagem dos seus servidores para o novo coronavírus e reitera que, até o momento, não foi possível constatar, cientificamente, qualquer caso de reinfecção”.

Em nota enviada ao Metrópoles, o hospital destacou: “No momento, há poucos médicos afastados pela Covid-19. Todos estão em bom estado de saúde e em tratamento domiciliar”.

Leia também:
Número de mortes por Covid-19 nas últimas 24h é o menor em 23 dias

Primeiro caso de Reinfecção no Brasil

No mundo, até agora, só foram comprovados apenas cinco casos de reinfecção por Covid-19, o que põe em dúvida os estudos com relação a imunidade à doença. Os casos comprovados de reinfecção foram em Hong Kong, Holanda, Bélgica, Equador e Estados Unidos.

Os cientistas têm dificuldades para estudar os casos de reinfecção, pois é preciso comparar o código genético do vírus da primeira infecção e o da segunda. O material genético, geralmente, não é preservado. Isso dificulta os estudos com relação ao vírus.  

Leia também:
Número de mortes por Covid-19 nas últimas 24h é o menor em 23 dias

Uma técnica de enfermagem (40) de Aracaju (SE), testou positivo para o novo coronavirus com um intervalo de 54 dias. O material será enviado para avaliação e publicação pela revista científica The Lancet.

O material genético foi enviado e analisado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e sequenciado por Gubio Santos. O vírus da segunda infecção sofreu seis mutações.

Segunda o jornal Folha de S. Paulo, outros 95 casos de reinfecção estão sendo investigados, mas as equipes de pesquisa têm dificuldades em encontrar as amostras da primeira infecção, uma vez que são frequentemente descartadas pelos laboratórios. Apenas 14 exames foram recuperados.

Leia também:
Número de mortes por Covid-19 nas últimas 24h é o menor em 23 dias

Distrito Federal

O Distrito Federal nas últimas 24 horas notificou nove mortes e 686 novas infecções pelo novo coronavirus. Já foram 218,5 mil casos confirmados e 3.797 óbitos em decorrência do vírus.

No DF houve uma estabilidade na quantidade de mortes. A média de mortes por Covid-19, chegou a 9,9 nessa quinta-feira.

Print Friendly, PDF & Email