DF tem primeira morte por febre amarela em macaco, nesse ano

A Secretaria de Saúde confirmou na tarde desta segunda-feira a primeira morte por febre amarela em macaco, em São Sebastião

Na tarde de segunda-feira (9), a Secretaria de Saúde confirmou o primeiro caso de morte de um macaco por febre amarela, no bairro de São José, em São Sebastião. Esta foi a primeira morte causada por febre amarela em um macaco no Distrito Federal. Segundo a Secretaria de Saúde, “Em 2020, foram notificados nove casos suspeitos, mas nenhum foi positivo para a doença”.

A última ocorrência de morte por febre amarela em animais foi registrada no ano de 2016, mas 69 animais mortos foram recolhidos para o monitoramento e análise, até então, sem confirmação da doença nesses animais.

Em 2018, o DF teve dois quadros de febre amarela confirmados, já no ano de 2018 e em 2019, o DF não registrou casos da doença.

De acordo com a Secretaria de Saúde, casas próximas onde ocorreu a morte do animal serão visitadas por profissionais da saúde. Os profissionais vão verificar se a vacinação dos moradores está em dia.

Segundo o governo, “Caso os moradores não tenham sido vacinados, as doses serão aplicadas pelos profissionais na casa das pessoas.Todos aqueles que não tiverem recebido as doses necessárias ou não se lembrarem se já foram imunizados deverão ser vacinados”.

Print Friendly, PDF & Email