Educação: CLDF aprova criação de universidade pública

 A universidade será criada sob forma de fundação pública e regime jurídico de direito público

Nessa quarta-feira (23), a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) aprovou um projeto de lei complementar que autoriza a criação da Universidade do DF (UnDF), uma instituição pública do ensino superior. Agora, a medida segue para sanção do governador Ibaneis Rocha (MDB).

A proposta é do Executivo e foi aprovada na forma de um substitutivo apresentado pelos deputados Arlete Sampaio (PT), Jorge Vianna (Podemos) e Leandro Grass (Rede).

Leia também:
GDF divulga protocolo para volta às aulas presenciais na rede pública

No total, 14 parlamentares votaram a favor da medida. Apenas a distrital Júlia Lucy (Novo) votou contra.

Foram 50 emendas parlamentares abarcadas no projeto.  A universidade será criada sob forma de fundação pública e regime jurídico de direito público.

O Executivo afirma que pretende investir R$ 4,6 mi para a criação da universidade. De acordo com o Palácio do Buriti, o valor é progressivo e pode aumentar.

A única parlamentar contrária à decisão, Júlia Lucy, disse que a Casa decidiu destinar recursos para o ensino superior mesmo que “menos de 30%” das crianças da capital tenha acesso a creches. “Ao destinar para um, inevitavelmente tira-se do outro. É a lógica das prioridades”, comentou.

Leia também:
Ibaneis anuncia construção de cinco novas creches

O presidente da CLDF, Rafael Prudente (MDB) comemorou a decisão e elogiou o trabalho da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC), que promoveu audiências públicas para debater o tema.

Print Friendly, PDF & Email