Força-tarefa cria o disque-Lázaro e canal recebe cerca de 1 mil denúncias em um dia

Lázaro é acusado de matar uma família no DF, balear outras três pessoas e praticar uma série de roubos

O telefone criado pela Secretaria de Segurança Pública do Goiás (SSP-GO) para que a população entre em contato caso encontre Lázaro Barbosa de Sousa (32), suspeito de matar uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, recebeu cerca de 1 mil denúncias em 24 horas.

As buscas por Lázaro Barbosa entram no 14º dia e a força-tarefa segue com várias barreiras em estradas de terra e rodovias nas regiões de Cocalzinho de Goiás e Águas Lindas de Goiás.

Na base de comando, no distrito de Girassol-GO, equipes das forças especializadas de segurança e cães farejadores, entre eles a cadela que atuou em Brumadinho, estão reunidos.

Leia também:
Setembro teve menor número de crimes contra a vida em 22 anos

A SSP-GO afirma que a força-tarefa tem avançado nas buscas e pede que as denúncias sigam sendo feitas caso seja um dado relevante.  

Alguns moradores disseram ter visto Lázaro pela mata de Girassol, mas as informações não se confirmaram. Outras denúncias diziam que o fugitivo estaria em Foz do Iguaçu-PR, Rio de Janeiro, São Paulo, Pará, dentre outras regiões.

Caso tenha informação ligue ou mande mensagem a (61) 99839-5284

Print Friendly, PDF & Email