Gama bate recorde na produção de alface pelo segundo ano consecutivo

A produção anual de alface na Região Administrativa do Gama foi de 8.755 toneladas

Pelo segundo ano consecutivo a Região Administrativa (RA) do Gama bateu o recorde de produção de alface no DF, a produção anual foi de 8.755 toneladas de alface. O gerente do escritório da Emater-DF no Gama, Kleiton Rodrigues Aquiles, explica quais fatores contribuíram para obter esses resultados.

De acordo o gerente do escritório da Emater-DF no Gama, Kleiton Rodrigues Aquiles, o número positivo é resultado do trabalho contínuo de assistência técnica e extensão rural na região, motivado pela escassez de água que afetou o Distrito Federal quatro anos atrás.

Desde a crise hídrica agricultores têm se organizado de forma a aumentar a eficiência de seus cultivos, produzindo mais com menos. “Com a crise hídrica, muitos produtores reduziram sua área de produção e tiveram prejuízos”, explica o gerente da Emater-DF, Aquiles.

“Assim, desde 2017 temos incentivado o plantio no sistema de cultivo protegido em túnel alto e o uso de sistemas de irrigação de alta eficiência”, afirma.

Outro ponto importante no crescimento do cultivo foi o apoio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) e de seu corpo técnico, “Fizemos oficinas, excursão, capacitação do produtor no dia a dia, além de visitas técnicas mostrando o resultado dos produtores, demonstração de equipamentos e outros”, afirma. “Temos que provar pro produtor que funciona, ele não muda de uma hora pra outra.”.

Segundo Aquiles, além da assistência técnica da Emater, o mercado realmente estava mais favorável. “Essa pandemia deu uma retraída no mercado, mas acredito que os números da região do Gama devem se manter. Vamos ver como será esse ano”, afirma o gerente.

A Emater-DF

Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF e Entorno. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

Print Friendly, PDF & Email