GDF abre licitação para construir três hospitais de campanha para pacientes com covid-19

A empresa contratada ficará responsável pelos custos com locação, montagem, manutenção e desmontagem das estruturas, bem como a execução das instalações prediais dos hospitais

Na segunda-feira (22) a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) realizou a licitação para abertura de mais três hospitais de campanha no DF, para pacientes da covid-19. O Pregão Eletrônico Simplificado de R$ 21 milhões visa a contratação emergencial de empresa especializada para construir as unidades erguidas no Plano Piloto, no Gama e em Ceilândia. 

Leia também:
UPAs do Iges-DF vão atender mais de 68 mil pacientes por mês

De acordo com a Novacap, a empresa vencedora terá um prazo para apresentar toda a documentação necessária para a contratação. Após a assinatura, as empresas vencedoras – DMDL Montagens de Standes Ltda e Paleta Engenharia e Construções Ltda – terão 20 dias corridos, para executar a montagem das estruturas. 

Em coletiva de imprensa ontem (22), o chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, afirmou: “até o dia 14 de abril os hospitais poderão estar funcionando”. 

A contratação prevê custos com locação, montagem, manutenção e desmontagem das estruturas, bem como a execução das instalações prediais dos hospitais. As unidades de campanha serão construídas nos seguintes locais: Dentro do Autódromo do Plano Piloto. No Gama, o hospital ficará localizado no Complexo Esportivo. E na Escola Parque Anísio Teixeira em Ceilândia. 

Leia também:
Falta de saneamento básico causa mais de 273 mil internações em 2019

Cada hospital de campanha terá 100 leitos de Unidade de Tratamento Intensiva (UTI), na modalidade de suporte ventilatório pulmonar, específico para pacientes com Covid-19. Todos os aparelhos serão alugados pela Secretaria de Saúde do DF.

O presidente da companhia, Fernando Leite, afirmou que o serviço que lhe foi confiado será realizado com excelência . “A realização desse certame nos traz muito orgulho porque executamos com responsabilidade, dedicação, transparência e legalidade essa missão que o governador Ibaneis Rocha confiou à Novacap”, destacou. “É uma missão voltada, exclusivamente, a salvar vidas ameaçadas pela covid-19”.

Empresas

Leia também:
Covid-19: DF começa a aplicar reforço em profissionais da Saúde

As empresas contratadas são: DMDL Montagens de Standes Ltda e Paleta Engenharia e Construções Ltda.

A DMDL, que apresentou valor de R$ 6.597.500 para cada um dos lotes, ficará responsável pela montagem das estruturas dos hospitais da Área Central e Ceilândia. Já a Paleta, que apresentou valor de R$ 6.875.000 para o Lote 2, se encarregará da montagem do hospital do Gama.

Print Friendly, PDF & Email