GDF emite 2.020 alvarás de construção neste ano e atinge recorde histórico

O resultado ocorre em ano de pandemia, no qual os servidores da Seduh estão em teletrabalho

Na terça-feira, a Central de Aprovação de Projetos da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) entregou o alvará de número 2.020. O volume é resultado de uma marca histórica. O número é superior à soma de todos os licenciamentos emitidos nos últimos cinco anos.

Até o fim de dezembro, a expectativa é que 2.050 alvarás sejam emitidos. Com isso, a CAP terá liberado, neste ano, área superior a 2 mi de metros quadrados para construção civil.

“A indústria da construção civil tem sido uma grande aliada do governo para enfrentar a crise. O trabalho da central é importante porque destrava a nossa economia e ajuda na geração de empregos de forma muito rápida”, avalia o governador Ibaneis Rocha.

Para Mateus Oliveira, secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, esse número histórico de alvarás entregues em apenas um ano é reflexo do trabalho iniciado em janeiro de 2019.

“Mostra a dedicação e o compromisso dos servidores da CAP para alcançar esse número, que deve ser comemorado. Especialmente porque além de representar mais que o triplo do número de alvarás expedidos em 2019, é maior do que de todos os últimos cinco anos juntos”, afirmou Mateus Oliveira.

“O governador Ibaneis decidiu perseguir como objetivo um governo de simplificação, de incentivo à iniciativa privada e de segurança jurídica, para que as pessoas possam trabalhar e investir. Com isso, estamos batendo metas”, segundo José Humberto Pires, secretário de Governo.

Números

2015 – 308 alvarás emitidos, 1.267.662,84 m² liberados

2016 – 238 alvarás emitidos, 1.631.973,17 m² liberados

2017 – 238 alvarás emitidos, 1.426.417,40 m² liberados

2018 – 341 alvarás emitidos, 1.822.428,53 m² liberados

2019 – 615 alvarás emitidos, 1.683.633,88 m² liberados

2020 – 2.050 alvarás emitidos até o fim do ano, 2 mi de m² liberados

Gestão eficaz

A simplificação na aprovação de projetos e a gestão eficaz dos procedimentos técnicos proporcionaram rapidez e segurança para que grandes empreendimentos também fossem autorizados em todo o DF.

 “A Seduh precisava de mais estrutura, respaldo e, acima de tudo, uma legislação que viesse a desburocratizar e simplificar processos. Alcançamos isso, além de toda uma postura de serviço mais eficiente. Por isso esse alvará de número 2.020, em um ano tão difícil como foi o de 2020, tem uma simbologia tão grande”, ressaltou Mateus Oliveira.

O secretário de Governo, José Humberto Pires, destacou o trabalho de alto nível e competência da Seduh para garantir essa quantidade expressiva de documentos entregues. “Um ato ordinário acabou se transformando em um ato extraordinário, porque o ano que passamos foi muito difícil. Mas o governador Ibaneis decidiu perseguir como objetivo um governo de simplificação, de incentivo à iniciativa privada e de segurança jurídica, para que as pessoas possam trabalhar e investir. Com isso, estamos batendo metas”, reforçou o gestor.

Print Friendly, PDF & Email