GDF investirá 1 mi em reformas em espaços poliesportivos do Parque da Cidade

Serão 27 quadras que receberão serviços de pintura, substituição de alambrados, pisos, iluminação e adequação de acessibilidade

Na segunda-feira (8), a Secretaria de Esporte e Lazer do Distrito Federal anunciou que os espaços poliesportivos e o vestiário da Piscina de Ondas do Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek serão reformados. As obras iniciarão nesta semana e o investimento será de R$ 1 mi.

27 quadras vão receber serviços de pintura, substituição de alambrados, pisos, iluminação e adequação de acessibilidade para o atendimento à população quando as atividades estiverem novamente permitidas na capital.

“Desde o ano passado, estamos atuando em conjunto com a Secretaria de Obras neste convênio com o Ministério da Cidadania para a disponibilização do recurso necessário à realização de diversas obras no Parque da Cidade. O trabalho não pode parar e estamos sempre atentos e arrumando a casa para, quando o esporte voltar em sua plenitude, todos possam usufruir da melhor maneira possível”, explicou a secretária de Esporte do DF, Giselle Ferreira.

O contrato prevê a reforma de cinco quadras de tênis, 20 quadras poliesportivas (próximas ao estacionamento 6), além de duas quadras de beach tennis (perto do estacionamento 12).

“Essas quadras receberam pouca ou nenhuma atenção dos governos anteriores e algumas estão em condições precárias. É nosso dever realizar a manutenção dos equipamentos públicos para o correto desempenho de suas funções sociais, cultural e de lazer, e usufruto da população”, emendou Luciano Carvalho, secretário de Obras.

A recuperação prevê a instalação de novo sistema de drenagem, realinhamento de meios-fios de contenção de areia, construção de calçada ao redor das quadras com piso tátil e iluminação nova com dois postes e seis luminárias.

Nos vestiários da Piscina de Ondas, as melhorias incluem a troca das instalações hidráulicas e elétricas, do piso, azulejos, divisórias de banheiro e trocadores, das esquadrias e do forro de gesso do teto. “Tudo isso será feito sem alterar a obra projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer”, reforça o GDF.

Print Friendly, PDF & Email