Gestão do Aterro Sanitário de Brasília poderá ser passada à iniciativa privada

A Secretaria de Estado de Projetos Especiais publicou hoje o edital de PMI do Aterro Sanitário de Brasília

Nesta terça-feira (9), a Secretaria de Estado de Projetos Especiais (Sepe) publicou no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), o edital de procedimento de manifestação de interesse (PMI) do Aterro Sanitário de Brasília (ASB), localizado na Samambaia, com o objetivo de passar a gestão à iniciativa privada.

O PMI é uma oportunidade que o GDF oferece às empresas privadas de apresentarem projetos de concessão. Após o envio dos documentos, a empresa vencedora deverá ser responsável por implantações de uma unidade de triagem mecânica de resíduos, como prevê o edital.

“Implantação de unidade de triagem mecânica de resíduos, unidade de recuperação energética de rejeitos, adequação da unidade de tratamento de chorume e aproveitamento energético de gases de aterro”, diz trecho do texto. Os interessados têm 30 dias para registrar os estudos para a concessão.

Os requerimentos poderão ser entregues até o dia 9 de março, das 8h às 18h, na sede da Sepe, localizada no Palácio do Buriti.

Atualmente a empresa privada Hydros Soluções, por meio de um contrato de concessão, já é responsável pelo tratamento do chorume, líquido escuro resultado da decomposição de matéria orgânica produzido pelo lixo acumulado no local

Print Friendly, PDF & Email