Janssen: de acordo com Queiroga, Brasil recebe 1,5 mi de doses nesta terça-feira

Os imunizantes pousam no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, às 6h45 da manhã

Na manhã desta segunda-feira (21), durante audiência da Comissão Temporária da Covid-19 no Senado Federal, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que o Brasil receberá, na terça-feira (22), 1,5 mi de doses da vacina da Janssen contra a Covid-19.   

O chefe da pasta presta esclarecimento sobre o Plano Nacional de Imunização (PNI) e sobre medidas de combate à pandemia. A comissão é presidida pelo senador Confúcio Moura (MDB-RO).

Leia também:
DF recebe 21 mil doses da Pfizer nesta sexta-feira

Queiroga afirmou que toda população brasileira acima dos 18 anos deve ser imunizada com a primeira dose da vacina até setembro deste ano.

O país tem um contrato vigente para a aquisição de 38 mi de doses da Janssen. No início de junho, o ministro anunciou que o laboratório anteciparia a entrega de 3 mi de unidades da vacina.

Janssen

A data de chegada dos imunizantes era preocupação de alguns gestores estudais tendo em vista que o prazo de validade das vacinas que termina no dia 27 de junho.

Leia também:
DF tem mais de um milhão e meio de vacinados contra a Covid-19

Os imunizantes podem ser utilizados em um período de até quatro meses e meio, em temperatura entre 2ºC e 8ºC. O prazo de expiração, anteriormente, era de três meses. O pedido de ampliação foi feito em 10 de junho, e a vacina está aprovada para uso emergencial desde 31 de março.

Print Friendly, PDF & Email