Janssen: primeiro lote com 1,5 mi de doses do imunizante chega a São Paulo

Na segunda-feira (14), a Anvisa aprovou a prorrogação da validade do imunizante para quatro meses e meio

Na manhã desta terça-feira (22), o Brasil recebeu 1,5 mi de doses da vacina Janssen contra a Covid-19. De acordo com o Ministério da Saúde, este primeiro lote pode ser usado até agosto.

A Janssen pode ser armazenada por pelo menos 3 meses, em temperatura de 2°C a 8°C, equivalente a geladeiras normais.

O quantitativo é menor do que o anunciado no início do mês pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Segundo o ministro, a pasta havia antecipado a chegada de 3 mi de unidades do imunizante.

Leia também:
DF recebe 21 mil doses da Pfizer nesta sexta-feira

Queiroga acompanhou a chegada dos fármacos e ressaltou que os novos imunizantes são “uma dose de esperança para a população brasileira”. Ele reforçou a meta de vacinar, até setembro, toda população adulta do país.

“Vamos trabalhar em parceria para que consigamos vencer essa dificuldade sanitária que afeta essa sociedade. Mais 1,5 milhão de doses de esperança para o povo brasileiro”, disse.

Primeira dose até setembro

De acordo com Queiroga, em julho chegarão mais 40 mi de vacinas no país, e para agosto e setembro a expectativa é de 60 mi em cada um desses meses.

Leia também:
“Não há problema de eficácia”, afirma Queiroga sobre vacinas da Janssen congeladas entregues ao DF

Segundo os cálculos, a previsão é de mais 160 mi de dose até setembro.

De acordo com ele, o quantitativo permite afirmar que toda a população vacinável – ou seja, acima de 18 anos – estará vacinada com a primeira dose até setembro deste ano.

Queiroga também já reafirmou que todos brasileiros adultos serão vacinados com as duas doses até dezembro.

Print Friendly, PDF & Email