Mais duas parcelas do auxílio emergencial são confirmadas

O ministro Paulo Guede confirmou o benefício em reunião ministerial 

Na manhã desta terça-feira (9), aconteceu a 34ª Reunião Ministerial. Treze ministros falaram sobre as ações que estavam sendo realizadas sobre a pandemia de coronavírus. Um deles foi o ministro Paulo Guedes, da Economia.

O ministro destacou o sucesso do auxílio emergencial e de programas que contribuíram para a preservação de empregos no país, como por exemplo, o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e Renda (BEM). O auxílio emergencial destinou   150 bilhões para os mais vulneráveis e de acordo com Guedes, os “esquecidos” e anunciou que mais duas parcelas do benefício seriam depositadas, mas no valor de R$300,00. 

Em live semana realizada na última quinta-feira (4), o presidente Jair Bolsonaro já havia comentado sobre já está prevista mais duas parcelas do benefício. “Vai ter, também acertado com o Paulo Guedes, a quarta e a quinta parcela do auxílio emergencial. Vai ser menor do que os R$ 600”, disse Bolsonaro.

Leia também:
Agências do trabalhador oferecem empregos de até R$ 2,1 mil mensais

Nos próximos dias Ministério da Cidadania e Caixa Econômica Federal devem dar mais detalhes.

Print Friendly, PDF & Email