Inep/Divulgação

MEC adia Enem por 30 a 60 dias

O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) decidiram pelo adiamento do Enem.

Na tarde de quarta-feira (20), o governo federal decidiu pelo adiamento do Enem por pelo menos 30 dias, em decorrência da pandemia de Covid-19. As provas devem ocorrer em dezembro ou janeiro, segundo o Inep.

O adiamento foi defendido por secretários e especialistas de educação, e artistas por causa da desigualdade e interrupção das aulas devido a pandemia de coronavírus. A aplicação das provas estavam previstas para os dias 1º e 8 de novembro as realizadas presencialmente e nos dias 22 e 29 as provas online. 

Leia também:
Covid-19: DF confirma primeiros casos da variante Delta

“Vitória dos estudantes brasileiros, principalmente da rede pública de ensino! Após o Senado ter aprovado projeto para o adiamento do Enem ontem, o Ministério da Educação confirmou hoje que as provas acontecerão em novas datas, com previsão de 30 a 60 dias após divulgado em edital”, Davi Alcolumbre, presidente do Senado Federal.

O Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020,que será realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio.

Print Friendly, PDF & Email