Média móvel de casos de Covid-19 cresce no DF e chega à marca de 240 mil infectados

O DF atingiu a maior marca no número de casos desde 25 de outubro

O indicador que calcula a média de casos de Covid-19 no Distrito federal mostrou que subiu para 12,1 nessa segunda-feira (14) e atingiu a maior marca desde 25 de outubro. Comparado com o indicador apurado há 15 dias, houve alta de 107,3%, o que mostra acréscimo na quantidade de mortes.

O total de óbitos na capital chega a 4.086 e os infectos somam 240.132, segundo dados da Secretaria de Saúde (SES-DF).

Com 28.135 casos, Ceilândia tem a maior quantidade de diagnósticos da Covid-19 no Distrito Federal. Em seguida, está o Plano Piloto, com 20.844 infetados e Taguatinga, que soma 19.664 notificações da doença.

Restrições

Na terça-feira (1), Ibaneis Rocha afirmou que não vai descartar retomar medidas mais duras para conter o avanço da doença na capital. Inicialmente, o governo investirá em conscientização.

“Eu pedi a ele (o secretário da Saúde do DF, Osnei Okumoto) que se reunisse para que a gente tenha, primeiramente, um movimento de conscientização. Caso contrário, nós vamos adotar algumas medidas restritivas, que serão necessárias principalmente no que diz respeito aos bares, onde a gente tem visto uma aglomeração muito grande” afirmou o governador.

“Esse fim de semana eu coloquei as equipes do DF Legal para visitar vários locais e nós tivemos um número muito elevado de autuações desses locais. Então, ou eles partem para nos ajudar na conscientização, ou infelizmente, ou felizmente, porque eu tenho que cuidar da saúde da população, eu vou ter que encerrar o expediente desses locais cada vez mais cedo e implementar restrições a quantidade de pessoas”, complementou.

Print Friendly, PDF & Email