Mês de março será marcado por fenômenos astronômicos no DF

Neste mês o céu de Brasília será palco para fenômenos astronômicos que poderão ser observados a olho nu, outros serão transmitidos pela internet

Neste mês de março Brasília contará com diversos fenômenos astronômicos, que poderão ser vistos a olho nu pelos moradores da capital e de qualquer outro lugar do DF. Astrônomos dão dicas de como acompanhar esse evento, um deles é preferir lugares abertos e com pouca poluição. 

O professor de astronomia e de física na Universidade de Brasília (UnB) de Planaltina, Paulo de Brito, diz que dias nublados também não são os ideais para apreciar os fenômenos. “O tempo é muito importante. Já marcamos noites de observação, mas se ele não permitir, não conseguimos ver. Quando ocorre uma lua cheia, por exemplo, o tempo não interfere tanto, mas, em outros fenômenos fica impossível visualizar”, diz.

Os fenômenos que serão vistos a olho nu começam no dia nove de março, com a conjunção entre a Lua e Saturno. Saturno estará um pouco abaixo e à esquerda da Lua, a partir das 3h30 (horário de Brasília), do leste. Por volta das 4h30, o planeta se alinha com Júpiter e Mercúrio.

No dia 10 de março teremos a conjunção entre a Lua e Júpiter, que estará um pouco abaixo e à esquerda de nosso satélite a partir das 3h50 (horário de Brasília) na direção leste. Em 19 de março, a conjunção entre a Lua e Marte, começa a partir do pôr do sol, o planeta será o pontinho vermelho logo abaixo da Lua.

Ainda poderá ser visto a olho nu no dia 20 de março, o equinócio de outono. A estação começa, oficialmente, no hemisfério sul às 6h37 (horário de Brasília). E por fim no dia 28 de março, a Lua cheia com participação especial do planeta Vênus, será o mais brilhante no céu neste início de ano. Para ver o planeta, olhe para o oeste por volta das 18h (horário de Brasília).

Para observar os fenômenos especialistas ressaltam que é importante saber a localidade de onde se observa é saber identificar os pontos sul, norte, leste e oeste, a orientação do professor Paulo de Britto é baixar um aplicativo de bússola, caso a pessoa não saiba. 

“Ou então, é só se orientar pelo lado que o Sol nasce, leste, e que se põe, oeste. Brasília é um bom lugar para observar os fenômenos, e a tecnologia ajuda muito quem tem vontade de acompanhar, mas sem equipamentos. É só entrar no aplicativo e consegue tudo”, aconselha Paulo.

Eventos que acontecem com bastante frequência e muitos já conhecem são as super luas, que ocorrem de uma a três vezes no ano, assim como os eclipses solar e lunar. Outro evento que pode ser visto com facilidade, mas, principalmente em locais sem iluminação, são as chuvas de meteoros. 

Outros eventos

Além dos fenômenos, outros eventos também serão marcantes no mês de março para quem gosta de astronomia. No dia 5, os astronautas farão uma caminhada de 6 horas e uma estação espacial. A caminhada deve começar às 9h30 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo no canal Nasa TV no YouTube.

No dia 8 de março, será lançado o foguete Falcon 9 da SpaceX com mais 60 satélites para a constelação Starlink. O evento será transmitido, ao vivo, no site da SpaceX, à 0h41(horário de Brasília).

Print Friendly, PDF & Email