Muitas pessoas merecem morrer”, diz carta deixada por Lázaro em esconderijo

A polícia entra, hoje, no 10º dia de buscas por Lázaro Barbosa Sousa

O foragido Lázaro Barbosa de Sousa (32), suspeito de matar uma família de Ceilândia (DF), no Incra 9, deixou uma carta abandonada em seu esconderijo durante algum tempo, na região de Edilândia, em Goiás.

Na carta, encontrada sobre a mesa em uma folha de papel A4, fala sobre quem possui o direito de morrer e o de viver. “Muitos que vivem merecem morrer, alguns que morrem merece viver”. O material foi apreendido e levado para a perícia.

No final da carta, o texto faz menção de “outras forças agindo neste mundo, além da vontade do mal”. De acordo com fontes policiais ouvidas pelo Metrópoles, a perseguição é extremamente difícil em razão da desenvoltura do criminoso na região de mata.

Leia também:
Setembro teve menor número de crimes contra a vida em 22 anos

De acordo com policiais, Lázaro tem costume de queimar todo tipo de objeto que ele carrega e que não irá usar mais. Roupas velhas e molhadas, restos de comida. O criminoso costuma caminhar pelos leitos dos riachos e córregos.

Na tarde dessa quinta-feira (17), a força-tarefa trocou tiros com Lázaro, após ter fugido das proximidades da casa do pai.

Print Friendly, PDF & Email