Nessa quinta-feira 15,7 mil pessoas foram vacinadas contra a Covid-19 no DF

Idosos de 72 e 73 anos entraram para grupo prioritário das vacinações, após a chegada de 59,8 mil doses da Coronavac

Após a chegada de 59,8 mil doses da Coronavac ao DF na quarta-feira (17), foi possível ampliar a vacinação para idosos de 72 e 73 anos nessa quinta-feira (18). No primeiro dia de vacinação do novo grupo, foram imunizadas 15.727 pessoas que receberam a primeira dose do imunizante e 826 a segunda dose.

Desde o começo da campanha de vacinação no Distrito Federal, no dia 19 de janeiro, 188.171 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 68.043, com a segunda. A vacinação para essas pessoas está disponível em 47 pontos de vacinação, sendo 14 por drive-thru.

Não é mais necessário realizar agendamento para ser vacinado. Os pontos de vacinação estão recebendo a população por livre demanda entre 8h e 17h, nas salas de vacina e das 9h às 17h nos drive-thrus. A vacinação também ocorrerá aos sábados e domingos, em três pontos de vacinação por drive-thru, no Parque da Cidade, no estacionamento 13, Shopping Iguatemi e Faculdade Unieuro, em Águas Claras. Nos finais de semana, os pontos abrem às 9h e fecham às 15h.

Leia também:
Ibaneis pretende vacinar toda a população do DF até o fim do ano

Vacinas

A vacina CoronaVac é produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. A imunização contra a Covid-19 exige a aplicação de duas doses, com intervalo entre 14 e 28 dias entre uma aplicação e outra. Do total de doses recebidas, 50% são reservadas para segunda dose e cerca de 5% são reservadas tecnicamente para repor eventuais perdas.

O DF já recebeu 354.360 doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 287.360 da CoronaVac e 67 mil da vacina Covishield. A primeira é produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. A segunda é desenvolvida pela universidade inglesa de Oxford, com a farmacêutica sueco-britânica AstraZeneca. Cerca de 5% do total de doses recebidas são reservadas tecnicamente para repor eventuais perdas.

Leia também:
Covid-19: DF começa a aplicar reforço em profissionais da Saúde

*Com informações da Secretaria de Saúde

Print Friendly, PDF & Email