Segunda, 22 de Julho de 2024
24°

Parcialmente nublado

Brasília, DF

Saúde Celular e autismo

O Desafio de diagnosticar autismo em meio ao uso excessivo de celulares

Especialistas alertam para possíveis equívocos

24/05/2024 às 07h17 Atualizada em 24/05/2024 às 07h42
Por: Claudio Campos
Compartilhe:
Reprodução/Internet
Reprodução/Internet

Especialistas em saúde mental e comportamental têm levantado preocupações sobre a crescente dificuldade em diagnosticar o autismo, especialmente entre os jovens, devido à confusão com comportamentos associados ao uso excessivo de celulares. Enquanto a tecnologia continua a se integrar profundamente em nossas vidas diárias, os profissionais médicos enfrentam o desafio de discernir entre os sintomas do autismo e os efeitos do uso prolongado de dispositivos digitais.

Continua após a publicidade

O autismo é um distúrbio neurodesenvolvimental que afeta a comunicação, interação social e comportamento. Sua identificação precoce é crucial para intervenções eficazes e suporte adequado. No entanto, a ascensão da era digital trouxe consigo novos padrões de comportamento, complicando a avaliação precisa.

Especialistas apontam que muitos dos sintomas associados ao uso excessivo de celulares, como dificuldade de concentração, isolamento social e padrões de sono perturbados, podem sobrepor-se aos traços observados em pessoas com autismo. Isso cria um cenário desafiador para os profissionais de saúde, que devem distinguir entre uma simples adaptação aos meios digitais e um distúrbio neurológico subjacente.

Marcos Oliveira, psiquiatra infantil renomado, ressalta a importância de uma avaliação abrangente e individualizada. "É crucial examinar não apenas os comportamentos observados, mas também o contexto em que ocorrem e a sua persistência ao longo do tempo", afirma Oliveira. Ele destaca a necessidade de uma abordagem holística, que leve em consideração tanto os padrões de comportamento digitais quanto os aspectos sociais, comunicativos e emocionais do paciente.

Os pais também desempenham um papel fundamental na detecção precoce do autismo. A conscientização sobre os sinais de alerta, como atrasos na linguagem, dificuldades de interação social e interesses restritos, pode ajudar a distinguir entre um comportamento típico e preocupante.

Apesar dos desafios, há esperança. Tecnologias emergentes, como aplicativos de rastreamento de comportamento e inteligência artificial, estão sendo desenvolvidas para auxiliar na identificação precoce do autismo. Essas ferramentas podem ajudar os profissionais de saúde a analisar grandes volumes de dados e identificar padrões significativos, facilitando diagnósticos mais precisos e intervenções oportunas.

Em última análise, o diagnóstico do autismo em meio ao uso excessivo de celulares é um desafio complexo que exige uma abordagem multifacetada. Ao integrar informações clínicas, observações comportamentais e tecnologias inovadoras, os profissionais de saúde podem melhorar a precisão do diagnóstico e garantir que cada indivíduo receba o suporte necessário para prosperar em um mundo cada vez mais digitalizado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Claudio Campos
Claudio Campos
Sobre Claudio Campos iniciou no jornalismo, como repórter de política, em 1979 e adquiriu seu registro profissional MTB/FENAJ (Federação Nacional de Jornalistas) n°2993/DF em 12 de fevereiro de 2003 e registro FIJ (Federação Internacional de Jornalistas) n° BR19488 em 16 de setembro de 2022. Apartidarismo, imparcialidade crítica e independência jornalística são preceitos básicos que norteiam sua conduta profissional e pessoal.
Brasília, DF Atualizado às 16h02 - Fonte: ClimaTempo
24°
Parcialmente nublado

Mín. 13° Máx. 25°

Ter 26°C 15°C
Qua 26°C 15°C
Qui 27°C 15°C
Sex 28°C 15°C
Sáb 28°C 16°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes