Sábado, 22 de Junho de 2024
14°

Tempo nublado

Brasília, DF

Polícia Operação Marajó

Operação Marajó: PCDF captura foragido por descumprimento de medidas protetivas

Em setembro de 2023, o investigado foi preso em flagrante pela Lei Maria da Penha, porém, após audiência de custódia, ele foi liberado e monitorado por tornozeleira eletrônica, evidenciando a preocupação da instituição com o acompanhamento contínuo dos casos.

07/06/2024 às 11h19
Por: Agência 2CNews Fonte: PCDF
Compartilhe:
Divulgação/PCDF
Divulgação/PCDF

Em mais uma ação de combate à violência contra a mulher, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da Seção de Atendimento à Mulher (SAM) da 6ª Delegacia de Polícia, prendeu na manhã desta sexta-feira (7), um homem, de 22 anos foragido por descumprimento de medidas protetivas de urgência.

Continua após a publicidade

Em setembro de 2023, o investigado foi preso em flagrante pela Lei Maria da Penha, porém, após audiência de custódia, ele foi liberado e monitorado por tornozeleira eletrônica, evidenciando a preocupação da instituição com o acompanhamento contínuo dos casos.

Em 4 de novembro do mesmo ano, o homem violou o domicílio da vítima e foi preso novamente em flagrante, reforçando a postura firme da PCDF em proteger as vítimas e punir os agressores. Novamente, obteve liberdade provisória com monitoramento eletrônico, como solução alternativa decretada pela justiça.

No dia 6 de novembro, violou a área de exclusão da tornozeleira, levando o Ministério Público a solicitar sua prisão preventiva, evidenciando a colaboração entre os órgãos na busca por justiça. Ciente do mandado de prisão, o homem retirou a tornozeleira e fugiu, sendo capturado nesta manhã, na cidade de Marajó, em Goiás.O preso foi submetido aos procedimentos legais na sede da delegacia e, após, foi recolhido à carceragem da PCDF, onde permanece à disposição da Justiça.

A PCDF reitera seu compromisso com a proteção das mulheres vítimas de violência e o cumprimento das medidas protetivas e seu papel fundamental na defesa dos direitos das mulheres. A instituição destaca a importância da denúncia de casos de violência doméstica e familiar para garantir a segurança das vítimas, incentivando a população a buscar ajuda.

Assessoria de Comunicação/PCDF

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários