Segunda, 22 de Julho de 2024
22°

Tempo limpo

Brasília, DF

Blogs e colunas Derrota

Em time que está ganhando não se mexe

Com tal situação, o time se manteve na zona de rebaixamento. Apesar de empate foi uma unânime sensação de derrota pelos gremistas, devidos às péssimas ações cometidas pelo seu treinador e as consequências disto.

07/07/2024 às 13h21
Por: Pedro Fagundes de Borba
Compartilhe:
Taça brasileirão; Flickr
Taça brasileirão; Flickr

Este ditado já bem consagrado denota que quando uma organização, uma montagem está funcionando, está chegando onde se quer deve-se seguir daquela maneira, daquela forma. Por se estar dando certo, seguem-se praticando, até chegar onde se quer. Caso ocorram eventuais problemas as trocas serão feitas para esta melhora. Conhecer o time e suas possibilidades é também uma importante ferramenta neste processo, para saber como melhorar este antes que o ruim ocorra, caso tenha opções melhores ou mais adequadas para aquela situação. Mas quando o time está vencendo, está dando certo, o melhor é não mexer.

Continua após a publicidade

 Não foi o que fez Renato Gaúcho no jogo contra o Palmeiras, pelo Brasileirão. Estando o Grêmio em situação desfavorável, na zona de rebaixamento, mas com uma recente vitória contra o Fluminense, ainda precisa aperfeiçoar e ganhar mais alguns jogos para sair da zona e se recuperar. E estava neste caminho, vencendo o jogo por 2X0. Com este resultado estava fora do rebaixamento, já em vias de recuperação. Torcida gremista feliz, vendo a coisa ir melhorando. Já no comecinho, nos primeiros minutos de jogo, tinha conseguido fazer um gol, de Pavón. O argentino contratado nesta temporada estava aquém dos resultados dele esperados, mas ali mostrou mais força, ficando no jogo inteiro bem melhor do que se esperaria. Edenilson, como meio de campo, também está se fortalecendo, mostrando que tem ali um bom potencial nesta posição. Enfim, estava um bom desempenho.

E ao longo do primeiro tempo assim se manteve, conseguindo fazer com que o Grêmio se mantivesse na vitória. Inclusive com um segundo gol, de pênalti feito por Franco Cristaldo, um dos pontos fortes do meio campo, junto com o até então ausente Villasanti. Mesmo enfrentando um time agressivo, que avançara com força após o primeiro gol, dominando a posse de bola, estavam conseguindo segurar e manter, proteger o gol gremista das investidas palmeirenses. Até os trinta minutos do segundo tempo assim estava indo. Ali Renato se perdeu de vez. Tirou Pavón, que estava segurando fortemente o jogo, sendo uma figura importante e colocou JP Galvão, o pior jogador gremista da atualidade, um fraquíssimo centroavante. Depois, para coroar, também colocou os fracos Rodrigo Caio e Natã. Também colocou o bom, mas ainda verde Nathan Fernandes, que, em geral, apesar de bom ele não segura ou muda a situação de um jogo. Tendo tirado os bons que seguravam, e enfrentando um time violento e bem armado, em poucos minutos a situação se inverteu, levando a um empate. Com destaque ao segundo gol palmeirense, feito por Jhon Jhon, que derrubou a vitória gremista.

 Com tal situação, o time se manteve na zona de rebaixamento. Apesar de empate foi uma unânime sensação de derrota pelos gremistas, devidos às péssimas ações cometidas pelo seu treinador e as consequências disto. Além de manter a angústia do rebaixamento, ainda forte. Hoje, dia 07/07/2024 terá novamente a chance de sair desta zona. Enfrentando outro alvi verde, desta vez o Juventude. Em Caxias, com mando do adversário. JP Galvão estará fora deste jogo e de outros, fazendo de forma digna uma despedida, reconhecendo sua fraqueza no time.  E caso Renato monte um bom time novamente e consiga desenhar melhor uma vitória lembre-se do ditado de não mexer no time. Faltando pouco para acabar o jogo, os bons aguentam, ainda mais para um time em situação como o tricolor. Lembrem-se sempre deste ditado do título. A menos que você seja o Renato. Aí apenas siga vozes da sua cabeça e depois diga que não entendem de futebol.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários