Obras nos viadutos da Via N2 passam por teste de peso

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), realizou testes de peso nos dois viadutos, para garantir a qualidade do reforço iniciado em outubro de 2019

As obras de recuperação, reforço estrutural e revitalização dos dois viadutos sobre a Via N2, perto da plataforma superior da Rodoviária do Plano Piloto, estão chegando ao fim. Neste domingo (31) a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), realizou testes de peso nos dois viadutos, para garantir a qualidade do reforço iniciado em outubro de 2019.

Os testes foram realizado da seguinte forma, um caminhão da empresa Soltec, contratada por licitação para executar as obras, atravessou os viadutos quatro vezes: uma a velocidade de 20 km/h, outra a 40 km/h, uma terceira vez a 60 km/h e, por fim, a 80 km/h, acima do permitido para o local. O veículo estava carregado com 52 toneladas.

O chefe do Departamento de Edificações da Novacap, Carlos Spies, afirma que após os testes a empresa irá elaborar um laudo com os resultados obtidos. Porém sensores de verificação de resistência, constataram que a obra foi um sucesso. “Resistiu bem, a obra foi muito bem executada.” disse Spies.

“A Soltec [empresa contratada] vai fazer um laudo com o resultado do teste que deve ficar pronto nos próximos dias. Mas a avaliação é imediata. Pelos sensores, a gente já consegue ver se houve alguma alteração”, afirmou o chefe do Departamento de Edificações da Novacap.

O trânsito de veículos pesados no centro de Brasília não é permitido, mas os viadutos foram feitos na época em que Brasília começou a ser construída e nunca haviam recebido, nestes 60 anos, qualquer reforma ou sequer manutenção que garantissem a passagem segura de veículos sobre eles.

“Temos um grande fluxo de carros aqui e, mesmo com o impedimento de passar caminhões nessa área, é bom que eles estejam preparados caso um dia haja um desvio e a necessidade de passagem de veículos pesados aqui”, ressaltou Spies.

Print Friendly, PDF & Email