Pais e professores não querem retorno das aulas na rede privada

É uma reação à iniciativa de donos de colégios, que entregaram ao governador proposta de retorno das aulas no dia 20 de julho

O Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Distrito Federal (Sinepe) entregou ao governo do DF, na quinta-feira (25) um protocolo para retorno da aulas presenciais na rede privada. 

Pais e professores elaboraram um documento que será enviado ao governador Ibaneis solicitando o contrário. Eles entendem que ainda é cedo para o retorno das aulas presenciais, tendo em vista o número crescente de casos de coronavírus. 

A sugestão é que os matriculados nos ensinos infantil e médio voltem em 20 de julho. Já aqueles nos ensinos fundamental 1 (do 1º ao 5º ano) e profissionalizante, pela proposta, retomariam as atividades no dia 27 do mesmo mês. Por fim, os estudantes do 6º ao 9º teriam a opção das aulas presenciais a partir de 3 de agosto.

Print Friendly, PDF & Email
Leia também:
CLDF aprova redução de ICMS de combustíveis e energia elétrica