Para reforma do Teatro Nacional de Brasília, GDF prevê o recebimento de R$ 33 mi

O dinheiro será destinado exclusivamente à reforma da Sala Martins Pena, incluindo acessibilidade do local, segurança, acústica, iluminação cênica, mudanças nas poltronas, palco e piso

Após sete anos fechado o Teatro Nacional Claudio Santoro, em Brasília, prevê receber R$ 33.314.467 do governo federal para a reforma do espaço. O valor foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta quarta-feira (17), com isso, o Governo do Distrito Federal (GDF) passará a elaborar o processo licitatório de reforma total da Sala Martins Pena. 

Leia também:
Bolsonaro anuncia mudança ministerial; Ciro Nogueira deve assumir Casa Civil

O dinheiro será destinado exclusivamente à reforma da Sala Martins Pena, a segunda mais importante do complexo do Teatro Nacional. O projeto prevê a restauração completa desse espaço, incluindo acessibilidade do local, segurança, acústica, iluminação cênica, mudanças nas poltronas, palco e piso. Além disso, serão realizadas melhorias no foyer e na cafeteria.

O secretário de Cultura do DF, Bartolomeu Rodrigues, explicou que para liberar a verba da reforma é necessário outros procedimentos junto à Secretaria de Economia. A publicação no DODF, é um procedimento para inclusão dos recursos de origem federal na Lei Orçamentária do DF

“É preciso que a gente faça esse procedimento junto à Secretaria de Economia anteriormente à liberação do dinheiro, para que a quantia esteja prevista no orçamento. Até junho deste ano, precisamos cumprir todas as formalidades para receber o recurso”, ressaltou Bartolomeu.

De acordo com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF (Secec), os recursos serão destinados pela pasta responsável pelo cartão postal à empresa pública com o objetivo de contratar serviços técnicos necessários à complementação dos projetos da licitação da obra.

“no momento, grupo de trabalho que envolve Secec, Novacap e Iphan finaliza o projeto a ser entregue à Caixa para aprovação e posterior liberação desse valor de R$ 33.314.467 do Fundo de Defesa de Direitos Difusos (FDD), seguindo para abertura do processo de licitação.” acrescenta o órgão.

A reabertura do Teatro Nacional é uma reivindicação antiga, pois está fechado desde 2014, após exigências de segurança surgidas a partir do incêndio da boate Kiss na cidade de Santa Maria (RS). O local é patrimônio cultural do DF e do Brasil e foi palco de inúmeras apresentações de valor artístico reconhecido, como os concertos da Orquestra Sinfônica e até espetáculos de grandes companhias mundiais, como o Balé Bolshoi, da Rússia.

Print Friendly, PDF & Email