PCDF

PCDF deflagra nova fase da Operação Theya

O envolvido, de 40 anos, que residia na Asa Norte, comercializava drogas por meio de aplicativos de mensagens instantâneas

A Polícia Civil do DF (PCDF), por meio da 1ª DP, deflagrou nova fase da Operação Theya e prendeu, em flagrante, na manhã desta quarta-feira (6), um venezuelano acusado de tráfico de drogas. A ação teve o apoio do canil da Divisão de Operações Especiais (DOE).

O envolvido, de 40 anos, que residia na Asa Norte, comercializava drogas por meio de aplicativos de mensagens instantâneas. Ele era conhecido como “Barão do Skunk” e tinha a fama de vender a maconha mais cara e de melhor qualidade do Distrito Federal. O acusado atuava desde 2018 e chegava a cobrar R$ 300 por 50g de droga comercializada.

Durante uma fase anterior da operação Theya, o venezuelano foi identificado como fornecedor de traficantes de menor porte, que vendiam entorpecentes na Asa Sul. O envolvido, caso condenado, pode ser sentenciado a uma pena que varia de 5 a 15 anos de prisão.

Assessoria de Comunicação/DGPC

Print Friendly, PDF & Email