PCDF indicia jornalista por divulgação de fake news contra políticos do DF

Jornalista conhecido como Donny Silva já tinha sido alvo de busca e apreensão em novembro. Por conta de investigações, a polícia descobriu que o endereço na web está em nome de um presidiário

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) indiciou o jornalista Darione de Melo Silva, que ficou conhecido como Donny Silva, por falsidade ideológica e crime contra a honra. De acordo com informações apuradas pelo jornal Metrópoles, em novembro deste ano a casa do blogueiro, localizada no Lago Sul, e um escritório em Taguatinga foram alvos de mandado de busca e apreensão. Ele é apontado no inquérito relatado pela Delegacia Especial de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC) como responsável por manter o site De Olho no Poder, que faz diversas publicações com ataques a pessoas e políticos. Os investigadores descobriram que o endereço na web está em nome de um preso do sistema penitenciário.

Falso Jornalista

Na operação, os policiais verificaram que apenas três textos do site De olho no Poder tinham autoria e eram assinados com o nome de Rafael Guimarães. Todas as outras eram apócrifas (sem autoria).

Em conversa com o Metrópoles, Donny Silva fala sobre o indiciamento. Segundo o blogueiro, a investigação e a condução do inquérito foram baseadas em denúncias feitas por políticos que se sentiram ameaçados.  “Eu fico muito tranquilo e não tenho problema nenhum em ser indiciado. Tenho um site há quase 13 anos e sempre assinei e respondo pelos meus atos. Não houve qualquer ato meu de procurar alguém para montar um site cujo dono seja um presidiário”.

Conforme Donny, tudo não passa de deduções em relatos de autoridades que se sentiram incomodadas com o seu blog. Ele disse à reportagem do jornal Metrópoles que é tão honesto que mora de aluguel.

Print Friendly, PDF & Email