PF tem acesso aos dados de investigação do Facebook

Moraes autorizou acesso aos dados nesta tarde

O ministro Alexandre de Moraes autorizou nesta quarta-feira (15) que a Polícia Federal a acessar os dados do facebook de contas ligadas ao PSL e a gabinetes da família Bolsonaro  das redes sociais. Na semana passada o facebook tirou do ar 35 contas, 14 páginas e 1 grupo, além de 38 contas do Instagram.

O Facebook, responsável pelas duas redes sociais, afirmou ter identificado perfis falsos e com “comportamento inautêntico” — quando um grupo de páginas e pessoas atuam em conjunto para enganar outros usuários sobre quem são e o que estão fazendo.

A empresa não divulgou a relação dos perfis e do grupo removidos, mas, em imagens que usou como exemplo dos conteúdos derrubados, é possível ver as páginas no Facebook “Jogo Político” e “Bolsonaro News”.

Redes sociais como Instagram e o Twitter já removeram vídeos e mensagens do presidente Bolsonaro e dos filhos deles, alegando violação da política das redes contra a disseminação de informações danosas à saúde pública e de ódio.

Print Friendly, PDF & Email