Vacina, vacinação,seringa, covid 19

PMDF irá escoltar vacinas contra a Covid-19 que chegarem a Brasília

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal encaminhou um ofício à Secretaria de Segurança Pública pedindo apoio das forças de seguranças para a escolta das vacinas contra a Covid-19 que chegarem a capital

As vacinas contra a Covid-19 que chegarem a Brasília serão escoltadas pela Polícia Militar (PMDF), segundo a Secretaria de Saúde do Distrito Federal, que encaminhou um ofício à Secretaria de Segurança Pública (SSP). A mobilização da Polícia Militar está prevista no Plano Estratégico e Operacional.

O pedido foi assinado pelo secretário da Saúde, Osnei Okumotu, e mandado para Anderson Torres, chefe da SSP. Segundo a Saúde, a medida tem como objetivo garantir a segurança das vacinas, dos trabalhadores e usuários. Na nota divulgada pela Secretaria de Saúde, as medidas serão tomadas gradativamente, de acordo com as etapas descritas no referido plano.

No pedido ao chefe da SSP, Okumoto considerou que a vacina “tem gerado grande expectativa em toda a sociedade” e que o Núcleo de Rede de Frio, responsável pelo recebimento, armazenamento e distribuição dos imunizantes, “conta apenas com um vigilante patrimonial desarmado por turno, que faz a segurança de todo o prédio e dos bens que nele se encontram e que por vezes em nossos estoques chega a ter R$ 10 milhões em munobiológicos e insumos para a vacinação, sem considerar a vacina contra o covid-19”. Segundo o documento, a intenção é evitar “uma possível situação mais grave que possa vir a ocorrer por meio de um assalto, ou talvez de algum usuário mais exaltado”. 

A PMDF informou que tem “plenas condições de apoiar os órgãos de saúde no recebimento, estocagem e distribuição da vacina em todo o Distrito Federal”. Segundo a corporação há expectativa de a Secretaria de Saúde solicitar o apoio da PMDF, mas o pedido ainda não foi feito.

Print Friendly, PDF & Email